|

sexta-feira, dezembro 31, 2004

acaba 2004. será que aprendemos para 2005 ser melhor?

Estamos quase a chegar ao fim de 2004 e ja começo a pensar como será o ano de 2005. Será que a saida de um e a entrada no novo vai trazer alguma alteraçao na maneira de viver das pessoas e tambem trazer alguma diferença nos problemas do nosso mundo?
Depois de um ano horrivel, Guerra no Iraque, atentados em todo o mundo, os piores sendo na escola na Russia e em Madrid, o maremoto que afligiu a Ásia nesta última semana, o que podemos esperar para 2005. Provavelmente a continuação destes problemas. O Iraque vai continuar a ser ium problema para a administração Bush e provavelmente irão acontecer atentados todos os dias, como até agora. Depois do maremoto virão as epidemias na Ásia e os sobreviventes que já viviam no limiar da pobreza não terão esperança em alcançar uma vida melhor, porque apesar de terem sobrevivido ficaram sem nada, sem frota pesqueira, sem terreno para cultivar, sem casas.
Cá no nosso Portugalzinho iremos ter eleições para escolher o líder menos mau que em podemos votar. Infelizmente qualqur que seja o vencedor, não vai tirar o nosso País da estagnação em que se encontra, porque os Lobbies são mais fortes e as alterações drásticas necessárias para fazer o nosso País avançar irão continuar na gaveta.
Em conclusão o ano de 2005 irá ser apenas a continuação da porcaria que foi 2004. era bom que o fim de um ano significasse terminar tudo, fechar porta e deitar fora a chave, para que nunca mais fosse aberta. Mas infelizmente é só mais um dia a seguir ao anterior, onde tudo que vinha de trás continua. Mas de qualquer modo desejo a todos que 2005 seja pelo menos melhor do que 2004. Viva o Algarve!!!!!!!

|

domingo, dezembro 12, 2004

eleições associações académicas

Antes de mais quero felicitar a eleição de um nosso compatriota que estava integrado na lista vencedora das eleições para a Associação Académica de Coimbra, na área cultural.
Mas infelizmente quando pensava que o facto de um algarvio estar nesta lista poder ter trazido benificios para a eleição constatei que o cabeça de lista é um elemento da JS - Juventude Socialista. Assim continou a constatar que as listas e depois as próprias associações de estudantes continuam a ser fantoches nas mãos dos partidos da oposição, qualquer que seja na altura em que são eleitas.
Nunca hei-de esquecer o espalhafato que as associções fizeram relativamente às propinas, quando existiam 3 escalões baseados no IRS dos pais. Marchas de protesto, greves às aulas, vinda a Lisboa, onde ocorreram algumas situções menso agradáveis. Estes movimentos eram apoiados por associações lideradas por elementos da JS e JCP. Estes movimentos foram uma das grandes razões para o declinio do governo Social Democrata e para a vitória seguinte do Eng. Guterres e do seu PS. O engraçado desta questão era que o Eng. Guterres na sua campanha eleitoral prometia acabar com as propinas e tinha o apoio dos estudantes. Chegado ao governo, o que é que eles fazem? Nada mais que o seguinte: acabam com os 3 escalões e aprovam uma propina única, igual para todos, mesmo para quem tem poucos rendimentos e ande a fazer um esforço enorme para ter o seu filho(a)(s) na universidade.
Agora com uma situção muito pior que a que existia antes, esperava eu uma revolta das associações do género da anterior. Mas o tempo foi passando e nada aconteceu. E porque perguntam vocês? Porque os lideres das associações eram quase todos membros da JS e assim não podiam ir contra o que tinha sido aprovado pelo seu partido. Que grande palhaçada
Chega-se à conclusão que as pessoas que concorrem para liderar Associações estudantis e estão ligadas a uma Juventude de um Partido Politico só concorrem para preencher o seu curriculo e estão-se bem lixando para os reais problemas dos alunos univeritários, que não são poucos. Eu sei do que estou a falar, porque também sou aluno.